#Petbee

Meu cachorro está vomitando, e agora?

Meu cachorro está vomitando, e agora?

Meu cachorro está vomitando, e agora?

Equipe Petbee

|

4 de ago. de 2022

Meu cachorro está vomitando, e agora?

O vômito é um dos sintomas mais comuns que podem acontecer com nossos cãezinhos. As causas podem ser diversas e o tutor tem um papel muito importante para ajudar na identificação. Por isso, durante este conteúdo, vamos mostrar os tipos de vômitos mais comuns e quais atitudes você pode tomar para garantir o bem-estar deles. Vamos lá?


Vômito amarelo ou verde

O vômito de coloração amarela é proveniente da bile produzida pelo fígado e normalmente está associado ao estômago vazio do seu cãozinho. Geralmente não é motivo de emergência, então não se desespere. Fique atento(a) a essas possíveis causas.

  • Dieta seletiva: alguns cãezinhos enjoam da ração ou ficam mal-acostumados quando comem alimentos diferentes, como é o caso do excesso de petiscos ou frequência elevada de pedaços de carne e frango, por exemplo. Quando isso ocorre, o animal deixa de se alimentar, ficando muito tempo em jejum e podendo causar o vômito. Se este for o caso e a situação não se reverter, converse com um médico(a) veterinário para avaliar as melhores maneiras de nutrição para o seu amigo e evitar problemas futuros.

  • Ansiedade: muitos cãezinhos, principalmente nos período pós-pandemia, acabam sofrendo de ansiedade por separação, que é quando o tutor não está em casa e o animal fica abalado emocionalmente. Quando isso ocorre, muitos deixam de se alimentar, resultando em um jejum prolongado que, como já sabemos, pode causar o vômito. Nestes casos, levar o cãozinho para uma creche, comprar alguns brinquedos diferentes ou mesmo alterar a sua rotina para estar mais presente podem resolver o problema. Se isto não for suficiente, consulte um profissional em comportamento animal.

  • Doenças ou dores: fique muito atento para verificar se o seu cão apresenta algum outro sintoma além do vômito, como diarreia, inchaços ou dores e até mesmo mudanças comportamentais além das citadas acima. Se isso acontecer, procure um profissional o quanto antes porque o vômito pode estar associado a outras doenças e isso pode ser mais sério.

Quando o vômito apresenta a cor mais esverdeada, é porque a concentração da bile está mais alta, provavelmente em decorrência de já ter vomitados muitas vezes. Seja amarelo ou verde, se o sintoma persistir é imprescindível a visita em uma clínica veterinária.


Vomitando ração

Também é comum que vejamos vários pedaços de ração no vômito dos nossos cães. Neste caso, o motivo é a dificuldade na digestão e três são as causas mais prováveis.

  • Comendo muito rápido: se o cão come rápido demais, ele pode ingerir muito ar ao mesmo tempo, ocasionando mal-estar seguido de vômito logo depois de comer. Para evitar isso, existem potes de ração que dificultam o acesso ao alimento, obrigando o pet a comer mais devagar.

  • Comendo em excesso: se está comendo demais, o problema é outro. A ração normalmente aumenta de tamanho quando ingerida e pode fazer o cão regurgitar. Se este for o caso, controle a quantidade de ração oferecida conforme recomendação da embalagem do próprio fabricante.

  • Alergia ou intolerância: a última possível causa pode estar relacionada à intolerância ou alergia de algum componente da ração.

Independente da causa, fique sempre atento(a) a frequência do vômito, ele é determinante para entender a gravidade da situação. Se for apenas esporadicamente, não é um grande motivo de preocupação. Se acontecer muitas vezes, procure um profissional e investigue mais a fundo.


Vômito granulado ou cremoso

Esta característica normalmente está associada à má digestão da ração e pode ser causada por infecção ou inflamação no sistema digestivo. Se ocorrer mais do que uma vez, leve a uma clínica veterinária.


Vômito marrom

Se o vômito não tem presença de ração ou restos de alimentam que possam justificar esta coloração, a causa provável é coprofagia, que é o hábito de comer as próprias fezes. Normalmente isso ocorre em pets com ansiedade ou estresse, portanto visite um(a) veterinário(a).


Vomitando líquidos

O vômito de água ou outros líquidos podem estar ligados à gastrite ou problemas mais sérios, portanto, preste muita atenção quanto a frequência. Se for apenas uma vez, principalmente depois se ele tomar muita água, não precisa se preocupar, mas se acontecer várias vezes ao dia é bom visitar um profissional para investigar.


Vomitando espuma branca

O vômito espumado e de coloração branca, que se parece uma clara de ovo batida, tem essa característica porque possui saliva e substâncias gástricas misturadas.

As causas deste tipo de vômito podem ser muito variadas, como indigestão, ingestão de grama ou mato, intoxicação, infecção gástricas ou intestinais, excesso de agitação do pet etc. Por apresentar causas muito variadas, é importante avaliarmos se o cão apresenta outros comportamentos alterados ou sinais clínicos. Se algum desses sinais aparecerem, é bom visitar um profissional:

  • Vômitos que nunca param ou acompanhados de sangue;

  • Inchaço e dor abdominal;

  • Falta de apetite;

  • Cansaço e desmotivação;

  • Diarreia;

  • Tremores no corpo.


Recomendações e prevenção

Vômitos são muito comuns, mas podemos tomar medidas preventivas. Agora que você já sabe as causas mais comuns, fique atento(a)! Evite dietas muito rica em gorduras e/ou açúcares, cuide com as quantidades de ração e siga as recomendações do fabricante e não permita que eles fujam muito da dieta normal oferecendo comida caseira.


Preste atenção às ações que o seu cãozinho teve antes de apresentar vômito, isso pode ajudar durante a consulta. Se, por exemplo, viu ele comendo grama, revirando o lixo, comendo fezes, comendo rápido demais ou em excesso etc., avise o profissional que está lhe atendendo.


Outra diga muito importante para identificação do vômito é fotografar! Antes de limpar, tire uma foto para mostrar ao médico(a) veterinário caso seu pet precise de atendimento, porque como você já viu, a coloração e consistência do vômito são muito importantes para um diagnóstico preciso.

Gostou deste conteúdo? Confira muitos outros no nosso blog clicando aqui.


Aproveite para conhecer a Petbee, o primeiro plano de saúde pet colaborativo do Brasil, e evite gastos elevados caso o seu cãozinho esteja vomitando e precise de veterinário!

O vômito é um dos sintomas mais comuns que podem acontecer com nossos cãezinhos. As causas podem ser diversas e o tutor tem um papel muito importante para ajudar na identificação. Por isso, durante este conteúdo, vamos mostrar os tipos de vômitos mais comuns e quais atitudes você pode tomar para garantir o bem-estar deles. Vamos lá?


Vômito amarelo ou verde

O vômito de coloração amarela é proveniente da bile produzida pelo fígado e normalmente está associado ao estômago vazio do seu cãozinho. Geralmente não é motivo de emergência, então não se desespere. Fique atento(a) a essas possíveis causas.

  • Dieta seletiva: alguns cãezinhos enjoam da ração ou ficam mal-acostumados quando comem alimentos diferentes, como é o caso do excesso de petiscos ou frequência elevada de pedaços de carne e frango, por exemplo. Quando isso ocorre, o animal deixa de se alimentar, ficando muito tempo em jejum e podendo causar o vômito. Se este for o caso e a situação não se reverter, converse com um médico(a) veterinário para avaliar as melhores maneiras de nutrição para o seu amigo e evitar problemas futuros.

  • Ansiedade: muitos cãezinhos, principalmente nos período pós-pandemia, acabam sofrendo de ansiedade por separação, que é quando o tutor não está em casa e o animal fica abalado emocionalmente. Quando isso ocorre, muitos deixam de se alimentar, resultando em um jejum prolongado que, como já sabemos, pode causar o vômito. Nestes casos, levar o cãozinho para uma creche, comprar alguns brinquedos diferentes ou mesmo alterar a sua rotina para estar mais presente podem resolver o problema. Se isto não for suficiente, consulte um profissional em comportamento animal.

  • Doenças ou dores: fique muito atento para verificar se o seu cão apresenta algum outro sintoma além do vômito, como diarreia, inchaços ou dores e até mesmo mudanças comportamentais além das citadas acima. Se isso acontecer, procure um profissional o quanto antes porque o vômito pode estar associado a outras doenças e isso pode ser mais sério.

Quando o vômito apresenta a cor mais esverdeada, é porque a concentração da bile está mais alta, provavelmente em decorrência de já ter vomitados muitas vezes. Seja amarelo ou verde, se o sintoma persistir é imprescindível a visita em uma clínica veterinária.


Vomitando ração

Também é comum que vejamos vários pedaços de ração no vômito dos nossos cães. Neste caso, o motivo é a dificuldade na digestão e três são as causas mais prováveis.

  • Comendo muito rápido: se o cão come rápido demais, ele pode ingerir muito ar ao mesmo tempo, ocasionando mal-estar seguido de vômito logo depois de comer. Para evitar isso, existem potes de ração que dificultam o acesso ao alimento, obrigando o pet a comer mais devagar.

  • Comendo em excesso: se está comendo demais, o problema é outro. A ração normalmente aumenta de tamanho quando ingerida e pode fazer o cão regurgitar. Se este for o caso, controle a quantidade de ração oferecida conforme recomendação da embalagem do próprio fabricante.

  • Alergia ou intolerância: a última possível causa pode estar relacionada à intolerância ou alergia de algum componente da ração.

Independente da causa, fique sempre atento(a) a frequência do vômito, ele é determinante para entender a gravidade da situação. Se for apenas esporadicamente, não é um grande motivo de preocupação. Se acontecer muitas vezes, procure um profissional e investigue mais a fundo.


Vômito granulado ou cremoso

Esta característica normalmente está associada à má digestão da ração e pode ser causada por infecção ou inflamação no sistema digestivo. Se ocorrer mais do que uma vez, leve a uma clínica veterinária.


Vômito marrom

Se o vômito não tem presença de ração ou restos de alimentam que possam justificar esta coloração, a causa provável é coprofagia, que é o hábito de comer as próprias fezes. Normalmente isso ocorre em pets com ansiedade ou estresse, portanto visite um(a) veterinário(a).


Vomitando líquidos

O vômito de água ou outros líquidos podem estar ligados à gastrite ou problemas mais sérios, portanto, preste muita atenção quanto a frequência. Se for apenas uma vez, principalmente depois se ele tomar muita água, não precisa se preocupar, mas se acontecer várias vezes ao dia é bom visitar um profissional para investigar.


Vomitando espuma branca

O vômito espumado e de coloração branca, que se parece uma clara de ovo batida, tem essa característica porque possui saliva e substâncias gástricas misturadas.

As causas deste tipo de vômito podem ser muito variadas, como indigestão, ingestão de grama ou mato, intoxicação, infecção gástricas ou intestinais, excesso de agitação do pet etc. Por apresentar causas muito variadas, é importante avaliarmos se o cão apresenta outros comportamentos alterados ou sinais clínicos. Se algum desses sinais aparecerem, é bom visitar um profissional:

  • Vômitos que nunca param ou acompanhados de sangue;

  • Inchaço e dor abdominal;

  • Falta de apetite;

  • Cansaço e desmotivação;

  • Diarreia;

  • Tremores no corpo.


Recomendações e prevenção

Vômitos são muito comuns, mas podemos tomar medidas preventivas. Agora que você já sabe as causas mais comuns, fique atento(a)! Evite dietas muito rica em gorduras e/ou açúcares, cuide com as quantidades de ração e siga as recomendações do fabricante e não permita que eles fujam muito da dieta normal oferecendo comida caseira.


Preste atenção às ações que o seu cãozinho teve antes de apresentar vômito, isso pode ajudar durante a consulta. Se, por exemplo, viu ele comendo grama, revirando o lixo, comendo fezes, comendo rápido demais ou em excesso etc., avise o profissional que está lhe atendendo.


Outra diga muito importante para identificação do vômito é fotografar! Antes de limpar, tire uma foto para mostrar ao médico(a) veterinário caso seu pet precise de atendimento, porque como você já viu, a coloração e consistência do vômito são muito importantes para um diagnóstico preciso.

Gostou deste conteúdo? Confira muitos outros no nosso blog clicando aqui.


Aproveite para conhecer a Petbee, o primeiro plano de saúde pet colaborativo do Brasil, e evite gastos elevados caso o seu cãozinho esteja vomitando e precise de veterinário!

O vômito é um dos sintomas mais comuns que podem acontecer com nossos cãezinhos. As causas podem ser diversas e o tutor tem um papel muito importante para ajudar na identificação. Por isso, durante este conteúdo, vamos mostrar os tipos de vômitos mais comuns e quais atitudes você pode tomar para garantir o bem-estar deles. Vamos lá?


Vômito amarelo ou verde

O vômito de coloração amarela é proveniente da bile produzida pelo fígado e normalmente está associado ao estômago vazio do seu cãozinho. Geralmente não é motivo de emergência, então não se desespere. Fique atento(a) a essas possíveis causas.

  • Dieta seletiva: alguns cãezinhos enjoam da ração ou ficam mal-acostumados quando comem alimentos diferentes, como é o caso do excesso de petiscos ou frequência elevada de pedaços de carne e frango, por exemplo. Quando isso ocorre, o animal deixa de se alimentar, ficando muito tempo em jejum e podendo causar o vômito. Se este for o caso e a situação não se reverter, converse com um médico(a) veterinário para avaliar as melhores maneiras de nutrição para o seu amigo e evitar problemas futuros.

  • Ansiedade: muitos cãezinhos, principalmente nos período pós-pandemia, acabam sofrendo de ansiedade por separação, que é quando o tutor não está em casa e o animal fica abalado emocionalmente. Quando isso ocorre, muitos deixam de se alimentar, resultando em um jejum prolongado que, como já sabemos, pode causar o vômito. Nestes casos, levar o cãozinho para uma creche, comprar alguns brinquedos diferentes ou mesmo alterar a sua rotina para estar mais presente podem resolver o problema. Se isto não for suficiente, consulte um profissional em comportamento animal.

  • Doenças ou dores: fique muito atento para verificar se o seu cão apresenta algum outro sintoma além do vômito, como diarreia, inchaços ou dores e até mesmo mudanças comportamentais além das citadas acima. Se isso acontecer, procure um profissional o quanto antes porque o vômito pode estar associado a outras doenças e isso pode ser mais sério.

Quando o vômito apresenta a cor mais esverdeada, é porque a concentração da bile está mais alta, provavelmente em decorrência de já ter vomitados muitas vezes. Seja amarelo ou verde, se o sintoma persistir é imprescindível a visita em uma clínica veterinária.


Vomitando ração

Também é comum que vejamos vários pedaços de ração no vômito dos nossos cães. Neste caso, o motivo é a dificuldade na digestão e três são as causas mais prováveis.

  • Comendo muito rápido: se o cão come rápido demais, ele pode ingerir muito ar ao mesmo tempo, ocasionando mal-estar seguido de vômito logo depois de comer. Para evitar isso, existem potes de ração que dificultam o acesso ao alimento, obrigando o pet a comer mais devagar.

  • Comendo em excesso: se está comendo demais, o problema é outro. A ração normalmente aumenta de tamanho quando ingerida e pode fazer o cão regurgitar. Se este for o caso, controle a quantidade de ração oferecida conforme recomendação da embalagem do próprio fabricante.

  • Alergia ou intolerância: a última possível causa pode estar relacionada à intolerância ou alergia de algum componente da ração.

Independente da causa, fique sempre atento(a) a frequência do vômito, ele é determinante para entender a gravidade da situação. Se for apenas esporadicamente, não é um grande motivo de preocupação. Se acontecer muitas vezes, procure um profissional e investigue mais a fundo.


Vômito granulado ou cremoso

Esta característica normalmente está associada à má digestão da ração e pode ser causada por infecção ou inflamação no sistema digestivo. Se ocorrer mais do que uma vez, leve a uma clínica veterinária.


Vômito marrom

Se o vômito não tem presença de ração ou restos de alimentam que possam justificar esta coloração, a causa provável é coprofagia, que é o hábito de comer as próprias fezes. Normalmente isso ocorre em pets com ansiedade ou estresse, portanto visite um(a) veterinário(a).


Vomitando líquidos

O vômito de água ou outros líquidos podem estar ligados à gastrite ou problemas mais sérios, portanto, preste muita atenção quanto a frequência. Se for apenas uma vez, principalmente depois se ele tomar muita água, não precisa se preocupar, mas se acontecer várias vezes ao dia é bom visitar um profissional para investigar.


Vomitando espuma branca

O vômito espumado e de coloração branca, que se parece uma clara de ovo batida, tem essa característica porque possui saliva e substâncias gástricas misturadas.

As causas deste tipo de vômito podem ser muito variadas, como indigestão, ingestão de grama ou mato, intoxicação, infecção gástricas ou intestinais, excesso de agitação do pet etc. Por apresentar causas muito variadas, é importante avaliarmos se o cão apresenta outros comportamentos alterados ou sinais clínicos. Se algum desses sinais aparecerem, é bom visitar um profissional:

  • Vômitos que nunca param ou acompanhados de sangue;

  • Inchaço e dor abdominal;

  • Falta de apetite;

  • Cansaço e desmotivação;

  • Diarreia;

  • Tremores no corpo.


Recomendações e prevenção

Vômitos são muito comuns, mas podemos tomar medidas preventivas. Agora que você já sabe as causas mais comuns, fique atento(a)! Evite dietas muito rica em gorduras e/ou açúcares, cuide com as quantidades de ração e siga as recomendações do fabricante e não permita que eles fujam muito da dieta normal oferecendo comida caseira.


Preste atenção às ações que o seu cãozinho teve antes de apresentar vômito, isso pode ajudar durante a consulta. Se, por exemplo, viu ele comendo grama, revirando o lixo, comendo fezes, comendo rápido demais ou em excesso etc., avise o profissional que está lhe atendendo.


Outra diga muito importante para identificação do vômito é fotografar! Antes de limpar, tire uma foto para mostrar ao médico(a) veterinário caso seu pet precise de atendimento, porque como você já viu, a coloração e consistência do vômito são muito importantes para um diagnóstico preciso.

Gostou deste conteúdo? Confira muitos outros no nosso blog clicando aqui.


Aproveite para conhecer a Petbee, o primeiro plano de saúde pet colaborativo do Brasil, e evite gastos elevados caso o seu cãozinho esteja vomitando e precise de veterinário!

Inscreva-se agora!

Inscreva-se agora!

Inscreva-se agora!

Demais Postagens

Demais Postagens

Demais Postagens

Sac

Chat

Para dúvidas, solicitações ou problemas é só mandar um oi clicando aqui.

Email

Clicando aqui você pode nos enviar sua solicitação, dúvida ou problema.

Fale com a gente

Imprensa

Quer agendar entrevista ou pedir algum material? Entre em contato com a gente: imprensa@petbee

Acompanhe a gente

A Petbee Tecnologia de Saude LTDA, popularmente conhecida como Petbee, atua sob o CRMV-PR: 26644-PJ. O nosso CNPJ é o 35.534.665/0001-60 e o nosso escritório fica na Rua Al Rio Negro, 503, Sala 2020. Alphabille - Barueri/SP CEP: 06454-000. 😉

Sac

Chat

Para dúvidas, solicitações ou problemas é só mandar um oi clicando aqui.

Email

Clicando aqui você pode nos enviar sua solicitação, dúvida ou problema.

Fale com a gente

Imprensa

Quer agendar entrevista ou pedir algum material? Entre em contato com a gente: imprensa@petbee

Acompanhe a gente

A Petbee Tecnologia de Saude LTDA, popularmente conhecida como Petbee, atua sob o CRMV-PR: 26644-PJ. O nosso CNPJ é o 35.534.665/0001-60 e o nosso escritório fica na Rua Al Rio Negro, 503, Sala 2020. Alphabille - Barueri/SP CEP: 06454-000. 😉

Sac

Chat

Para dúvidas, solicitações ou problemas é só mandar um oi clicando aqui.

Email

Clicando aqui você pode nos enviar sua solicitação, dúvida ou problema.

Fale com a gente

Imprensa

Quer agendar entrevista ou pedir algum material? Entre em contato com a gente: imprensa@petbee

Acompanhe a gente

A Petbee Tecnologia de Saude LTDA, popularmente conhecida como Petbee, atua sob o CRMV-PR: 26644-PJ. O nosso CNPJ é o 35.534.665/0001-60 e o nosso escritório fica na Rua Al Rio Negro, 503, Sala 2020. Alphabille - Barueri/SP CEP: 06454 - 000. 😉