#Petbee

Cachorro está com carrapatos? Veja o que fazer!

Cachorro está com carrapatos? Veja o que fazer!

Cachorro está com carrapatos? Veja o que fazer!

Equipe Petbee

|

3 de fev. de 2023

The Ever-Evolving Cybersecurity Landscape

Os carrapatos são parasitas externos comuns que podem afetar cachorros de todas as idades, raças e tamanhos. Eles se alimentam de sangue e podem transmitir uma série de doenças perigosas para seu animal de estimação.

Além disso, eles também podem ser uma fonte de desconforto e coceira para o seu cachorro. Aqui estão as principais consequências, dicas para prevenção, tratamento de doenças e o que fazer caso o cachorro apareça com carrapatos.


Consequências

Desconforto e coceira: Os carrapatos podem causar irritação e coceira para o seu cachorro, especialmente se ele tentar coçar ou morder a área afetada. Isso pode levar a uma infecção secundária e ainda mais desconforto.

Transmissão de doenças: Os carrapatos podem transmitir doenças graves para o seu cachorro, incluindo a febre maculosa dos carrapatos, a babesiose, a erliquiose e a anaplasmose. Algumas destas doenças são fatais e podem prejudicar gravemente a saúde do seu animal de estimação.

· As doenças citadas acima possuem sintomas e características semelhantes e devem ser diagnosticadas com avaliação clínica e exames complementares. Veja alguns sintomas:

  • Febre: A febre é um dos sintomas mais comuns da babesiose em cães.

  • Letargia e fraqueza: Seu cachorro pode ficar lento e cansado, sem muita energia.

  • Perda de apetite: Seu cachorro pode perder o interesse pela comida e perder peso.

  • Vômitos e diarreia: A babesiose pode causar vômitos e diarreia, o que pode levar a desidratação.

  • Anemia: A babesiose pode causar anemia, o que significa que o corpo do seu cachorro não tem suficientes glóbulos vermelhos para transportar oxigênio adequadamente.

  • Encolhimento dos gânglios linfáticos: Os gânglios linfáticos podem ficar inchados e dolorosos.

  • Problemas de coagulação: A babesiose pode afetar a coagulação do sangue, tornando mais difícil para o seu cachorro se curar de ferimentos.

O tratamento dessas doenças pode incluir medicamentos específicos e suporte de cuidados de saúde.


Prevenção

Medicamentos preventivos: Existem muitos medicamentos preventivos disponíveis no mercado que podem ajudar a proteger o seu cachorro contra carrapatos. Eles geralmente são administrados como comprimidos, colares ou sprays e são uma ótima opção para proteger o seu animal de estimação.

Limpeza regular: Mantenha o ambiente do seu cachorro limpo e desinfete regularmente para reduzir o número de carrapatos em sua casa. Certifique-se de cortar o mato e as folhagens ao redor da casa para limitar o acesso dos carrapatos ao seu cachorro.

Inspeções regulares: Verifique o seu cachorro regularmente para procurar carrapatos e retire-os imediatamente caso encontre.


Tratamento de doenças

Antibióticos: Se o seu cachorro for infectado por uma doença transmitida por carrapato, ele poderá precisar de um curso de antibióticos para tratar a infecção. É importante seguir as instruções do veterinário e completar todo o curso de medicamentos para garantir que a infecção seja completamente tratada.

Cuidados com a pele: Se o seu cachorro estiver sofrendo com irritação ou coceira devido a carrapatos, é importante mantê-lo confortável. A aplicação de loções calmantes e a limpeza regular da área afetada podem ajudar a aliviar o desconforto do seu cachorro.

O que fazer caso o cachorro apareça com carrapatos:

Remoção imediata: Se você encontrar um carrapato no seu cachorro, remova-o imediatamente. Você pode usar pinças específicas para carrapatos ou uma solução de removedor de carrapatos para facilitar a remoção.

Consulta com o veterinário: Depois de remover o carrapato, acompanhe a saúde do seu pet e, em sinal de alterações, leve ao veterinário. Seu veterinário poderá determinar se o seu cachorro precisa de algum tratamento adicional para prevenir a transmissão de doenças ou para aliviar o desconforto.


Conclusão

Em conclusão, os carrapatos podem ser perigosos e prejudiciais para o seu cachorro. É importante tomar medidas para prevenir a infestação de carrapatos e tratar rapidamente qualquer infecção ou desconforto causado por eles. Sempre consulte um veterinário se você suspeitar que o seu cachorro está com carrapatos ou se ele estiver sofrendo de algum tipo de desconforto ou doença.

Sabemos que uma visita no veterinário, ainda mais se precisar de exames, pode ser bastante cara. Por isso a Petbee oferece um plano de saúde pet colaborativo, que sabe no seu bolso e o ajuda em casos de imprevistos como esse. Conheça!

Os carrapatos são parasitas externos comuns que podem afetar cachorros de todas as idades, raças e tamanhos. Eles se alimentam de sangue e podem transmitir uma série de doenças perigosas para seu animal de estimação.

Além disso, eles também podem ser uma fonte de desconforto e coceira para o seu cachorro. Aqui estão as principais consequências, dicas para prevenção, tratamento de doenças e o que fazer caso o cachorro apareça com carrapatos.


Consequências

Desconforto e coceira: Os carrapatos podem causar irritação e coceira para o seu cachorro, especialmente se ele tentar coçar ou morder a área afetada. Isso pode levar a uma infecção secundária e ainda mais desconforto.

Transmissão de doenças: Os carrapatos podem transmitir doenças graves para o seu cachorro, incluindo a febre maculosa dos carrapatos, a babesiose, a erliquiose e a anaplasmose. Algumas destas doenças são fatais e podem prejudicar gravemente a saúde do seu animal de estimação.

· As doenças citadas acima possuem sintomas e características semelhantes e devem ser diagnosticadas com avaliação clínica e exames complementares. Veja alguns sintomas:

  • Febre: A febre é um dos sintomas mais comuns da babesiose em cães.

  • Letargia e fraqueza: Seu cachorro pode ficar lento e cansado, sem muita energia.

  • Perda de apetite: Seu cachorro pode perder o interesse pela comida e perder peso.

  • Vômitos e diarreia: A babesiose pode causar vômitos e diarreia, o que pode levar a desidratação.

  • Anemia: A babesiose pode causar anemia, o que significa que o corpo do seu cachorro não tem suficientes glóbulos vermelhos para transportar oxigênio adequadamente.

  • Encolhimento dos gânglios linfáticos: Os gânglios linfáticos podem ficar inchados e dolorosos.

  • Problemas de coagulação: A babesiose pode afetar a coagulação do sangue, tornando mais difícil para o seu cachorro se curar de ferimentos.

O tratamento dessas doenças pode incluir medicamentos específicos e suporte de cuidados de saúde.


Prevenção

Medicamentos preventivos: Existem muitos medicamentos preventivos disponíveis no mercado que podem ajudar a proteger o seu cachorro contra carrapatos. Eles geralmente são administrados como comprimidos, colares ou sprays e são uma ótima opção para proteger o seu animal de estimação.

Limpeza regular: Mantenha o ambiente do seu cachorro limpo e desinfete regularmente para reduzir o número de carrapatos em sua casa. Certifique-se de cortar o mato e as folhagens ao redor da casa para limitar o acesso dos carrapatos ao seu cachorro.

Inspeções regulares: Verifique o seu cachorro regularmente para procurar carrapatos e retire-os imediatamente caso encontre.


Tratamento de doenças

Antibióticos: Se o seu cachorro for infectado por uma doença transmitida por carrapato, ele poderá precisar de um curso de antibióticos para tratar a infecção. É importante seguir as instruções do veterinário e completar todo o curso de medicamentos para garantir que a infecção seja completamente tratada.

Cuidados com a pele: Se o seu cachorro estiver sofrendo com irritação ou coceira devido a carrapatos, é importante mantê-lo confortável. A aplicação de loções calmantes e a limpeza regular da área afetada podem ajudar a aliviar o desconforto do seu cachorro.

O que fazer caso o cachorro apareça com carrapatos:

Remoção imediata: Se você encontrar um carrapato no seu cachorro, remova-o imediatamente. Você pode usar pinças específicas para carrapatos ou uma solução de removedor de carrapatos para facilitar a remoção.

Consulta com o veterinário: Depois de remover o carrapato, acompanhe a saúde do seu pet e, em sinal de alterações, leve ao veterinário. Seu veterinário poderá determinar se o seu cachorro precisa de algum tratamento adicional para prevenir a transmissão de doenças ou para aliviar o desconforto.


Conclusão

Em conclusão, os carrapatos podem ser perigosos e prejudiciais para o seu cachorro. É importante tomar medidas para prevenir a infestação de carrapatos e tratar rapidamente qualquer infecção ou desconforto causado por eles. Sempre consulte um veterinário se você suspeitar que o seu cachorro está com carrapatos ou se ele estiver sofrendo de algum tipo de desconforto ou doença.

Sabemos que uma visita no veterinário, ainda mais se precisar de exames, pode ser bastante cara. Por isso a Petbee oferece um plano de saúde pet colaborativo, que sabe no seu bolso e o ajuda em casos de imprevistos como esse. Conheça!

Os carrapatos são parasitas externos comuns que podem afetar cachorros de todas as idades, raças e tamanhos. Eles se alimentam de sangue e podem transmitir uma série de doenças perigosas para seu animal de estimação.

Além disso, eles também podem ser uma fonte de desconforto e coceira para o seu cachorro. Aqui estão as principais consequências, dicas para prevenção, tratamento de doenças e o que fazer caso o cachorro apareça com carrapatos.


Consequências

Desconforto e coceira: Os carrapatos podem causar irritação e coceira para o seu cachorro, especialmente se ele tentar coçar ou morder a área afetada. Isso pode levar a uma infecção secundária e ainda mais desconforto.

Transmissão de doenças: Os carrapatos podem transmitir doenças graves para o seu cachorro, incluindo a febre maculosa dos carrapatos, a babesiose, a erliquiose e a anaplasmose. Algumas destas doenças são fatais e podem prejudicar gravemente a saúde do seu animal de estimação.

· As doenças citadas acima possuem sintomas e características semelhantes e devem ser diagnosticadas com avaliação clínica e exames complementares. Veja alguns sintomas:

  • Febre: A febre é um dos sintomas mais comuns da babesiose em cães.

  • Letargia e fraqueza: Seu cachorro pode ficar lento e cansado, sem muita energia.

  • Perda de apetite: Seu cachorro pode perder o interesse pela comida e perder peso.

  • Vômitos e diarreia: A babesiose pode causar vômitos e diarreia, o que pode levar a desidratação.

  • Anemia: A babesiose pode causar anemia, o que significa que o corpo do seu cachorro não tem suficientes glóbulos vermelhos para transportar oxigênio adequadamente.

  • Encolhimento dos gânglios linfáticos: Os gânglios linfáticos podem ficar inchados e dolorosos.

  • Problemas de coagulação: A babesiose pode afetar a coagulação do sangue, tornando mais difícil para o seu cachorro se curar de ferimentos.

O tratamento dessas doenças pode incluir medicamentos específicos e suporte de cuidados de saúde.


Prevenção

Medicamentos preventivos: Existem muitos medicamentos preventivos disponíveis no mercado que podem ajudar a proteger o seu cachorro contra carrapatos. Eles geralmente são administrados como comprimidos, colares ou sprays e são uma ótima opção para proteger o seu animal de estimação.

Limpeza regular: Mantenha o ambiente do seu cachorro limpo e desinfete regularmente para reduzir o número de carrapatos em sua casa. Certifique-se de cortar o mato e as folhagens ao redor da casa para limitar o acesso dos carrapatos ao seu cachorro.

Inspeções regulares: Verifique o seu cachorro regularmente para procurar carrapatos e retire-os imediatamente caso encontre.


Tratamento de doenças

Antibióticos: Se o seu cachorro for infectado por uma doença transmitida por carrapato, ele poderá precisar de um curso de antibióticos para tratar a infecção. É importante seguir as instruções do veterinário e completar todo o curso de medicamentos para garantir que a infecção seja completamente tratada.

Cuidados com a pele: Se o seu cachorro estiver sofrendo com irritação ou coceira devido a carrapatos, é importante mantê-lo confortável. A aplicação de loções calmantes e a limpeza regular da área afetada podem ajudar a aliviar o desconforto do seu cachorro.

O que fazer caso o cachorro apareça com carrapatos:

Remoção imediata: Se você encontrar um carrapato no seu cachorro, remova-o imediatamente. Você pode usar pinças específicas para carrapatos ou uma solução de removedor de carrapatos para facilitar a remoção.

Consulta com o veterinário: Depois de remover o carrapato, acompanhe a saúde do seu pet e, em sinal de alterações, leve ao veterinário. Seu veterinário poderá determinar se o seu cachorro precisa de algum tratamento adicional para prevenir a transmissão de doenças ou para aliviar o desconforto.


Conclusão

Em conclusão, os carrapatos podem ser perigosos e prejudiciais para o seu cachorro. É importante tomar medidas para prevenir a infestação de carrapatos e tratar rapidamente qualquer infecção ou desconforto causado por eles. Sempre consulte um veterinário se você suspeitar que o seu cachorro está com carrapatos ou se ele estiver sofrendo de algum tipo de desconforto ou doença.

Sabemos que uma visita no veterinário, ainda mais se precisar de exames, pode ser bastante cara. Por isso a Petbee oferece um plano de saúde pet colaborativo, que sabe no seu bolso e o ajuda em casos de imprevistos como esse. Conheça!

Inscreva-se agora!

Inscreva-se agora!

Inscreva-se agora!

Demais Postagens

Demais Postagens

Demais Postagens

Sac

Chat

Para dúvidas, solicitações ou problemas é só mandar um oi clicando aqui.

Email

Clicando aqui você pode nos enviar sua solicitação, dúvida ou problema.

Fale com a gente

Imprensa

Quer agendar entrevista ou pedir algum material? Entre em contato com a gente: imprensa@petbee

Acompanhe a gente

A Petbee Tecnologia de Saude LTDA, popularmente conhecida como Petbee, atua sob o CRMV-PR: 26644-PJ. O nosso CNPJ é o 35.534.665/0001-60 e o nosso escritório fica na Rua Al Rio Negro, 503, Sala 2020. Alphabille - Barueri/SP CEP: 06454-000. 😉

Sac

Chat

Para dúvidas, solicitações ou problemas é só mandar um oi clicando aqui.

Email

Clicando aqui você pode nos enviar sua solicitação, dúvida ou problema.

Fale com a gente

Imprensa

Quer agendar entrevista ou pedir algum material? Entre em contato com a gente: imprensa@petbee

Acompanhe a gente

A Petbee Tecnologia de Saude LTDA, popularmente conhecida como Petbee, atua sob o CRMV-PR: 26644-PJ. O nosso CNPJ é o 35.534.665/0001-60 e o nosso escritório fica na Rua Al Rio Negro, 503, Sala 2020. Alphabille - Barueri/SP CEP: 06454-000. 😉

Sac

Chat

Para dúvidas, solicitações ou problemas é só mandar um oi clicando aqui.

Email

Clicando aqui você pode nos enviar sua solicitação, dúvida ou problema.

Fale com a gente

Imprensa

Quer agendar entrevista ou pedir algum material? Entre em contato com a gente: imprensa@petbee

Acompanhe a gente

A Petbee Tecnologia de Saude LTDA, popularmente conhecida como Petbee, atua sob o CRMV-PR: 26644-PJ. O nosso CNPJ é o 35.534.665/0001-60 e o nosso escritório fica na Rua Al Rio Negro, 503, Sala 2020. Alphabille - Barueri/SP CEP: 06454 - 000. 😉